Um chamado à feminilidade bíblica

Por Escritor Invitado

PDF

Devido à liberação  Femenina  moderna, o valor da mulher chega a ser equiparado com o seu papel na comunidade e no mercado, atribuindo-lhe relativamente, muito pouco valor ao papel da mulher no lar. 

Hoje, não se oferece flores à mulher em reconhecimento  à sua atitude reverente, modesta, casta, gentil e calada.  As mulheres raramente são aplaudidas por amar os seus maridos e filhos, por manter o lar em ordem, por cuidar os seus pais idosos, por ser hospitalarias ou realizar atos de bondade, serviço e misericórdia.  Em outras palavras, da-se pouca atenção aos beneficios que a Palavra de Deus diz que toda a mulher deve aspirar. (Timóteo 5:10; Tito 2:3-5)

Supunha-se que a liberação  feminina daria às mulheres, um maior sentido de satisfação pessoal e liberdade. Mas não posso  evitar sentir uma sensação de tristeza pelo que se  perdeu no meio do tumulto - ou seja, a beleza, a maravilha e o tesouro de carácter distinto da mulher.  Não nos surpreendamos que o mundo   secular esteja tão confundido acerca  do chamado da mulher. O que eu acho mais preocupante, é o grau em que o feminismo se infiltrou no mundo evangélico. 

 A liberação Femenina entra na Igreja.

Vemos como o feminismo moderno através do evangelismo e incentivado pelos oradores e líderes cristãos, promove uma agenda que encoraja as mulheres a definir o seu valor no local de trabalho, na sociedade ou na igreja.  Estes mesmos líderes minimizam o papel das mulheres no lar como filhas, irmãs, esposas e mães.  Não parecem ver as mulheres como portadoras e doadoras da vida, como encargadas privilegiadas de formar o carácter da próxima geração. 

Vemos os fruto desta revolução nas vidas das mulheres afundadas no lodo de divórcios, segundos casamentos e filhos rebeldes.  Vemos isso em mulheres exaustas tentando equilíbrar as exigências de ter mais de um trabalho, nas suas funções de mães solteiras, e encontrar formas para se manterem activas na igreja.  Vemos isso em mulheres desorientadas e confundidas, sem nenhum sentido de propósito nas suas vidas, e que se sentem constantemente feridas, inseguras, ressentidas e culpadas.

Sim, a liberação Femenina chegou à igreja.  E quando somo todos os ganhos, e perdas, na minha mente, não há dúvida de que as mulheres são as predadoras. 

Assim como perderam os seus maridos, seus filhos e netos. Como a igreja perdeu.  Como perdeu a nossa cultura por falta de fé. 

 Uma contra-revolução da feminilidade bíblica.

Há alguns anos, uma nova missão começou a agitar o meu coração.  Desde então a esperança e o entusiasmo substituíram o meu pessimismo, de ser engolida  pela liberação Feminina. 

Num estudo sobre o desenvolvimento do feminismo moderno (feminismo, vem desde o Jardim do Éden) impressiono-me o facto de que esta revolução massiva não começou assim.  Começou nos corações de um punhado de mulheres com uma agenda que se esforçaram com determinação e intenção para levá-la a cabo.

Comecei a perguntar-me que aconteceria nos nossos dias, se um pequeno mundo de mulheres devotas comessacem a orar e a confiar em Deus por uma revolução de outra espécie - uma contra revolução - dentro do mundo evangélico.  Que aconteceria se esse, "remanescente" de mulheres estivesse disposto a submeterem-se à  autoridade da Palavra de Deus, a abraçar as prioridades de Deus para as suas vidas e lares, e a viver a beleza e a maravilha da feminilidade como Deus a concebeu?

O Seu lugar na nova revolução 

 A diferença da maioria das revoluções, a contra-revolução que vislumbro não requer que marchemos nas ruas, que enviemos cartas ao Congresso ou que nos afiliemos a uma organização.  Não requer que deixemos os nossos lares.  (De facto,  muitas mulheres sentem que são chamadas a regressar aos seus lares).  O que se requer e que sejamos humildes, que aprendamos, afirmemos e vivamos o padrão bíblico da feminilidade, e que instruamos a seguinte geração os caminhos de Deus.  

Convido-a a fazer parte desta contra-revolução, acreditando que no tempo de Deus as mudanças que surgirão serão mais profundas e de ordem superior do que cualquer outra mudança sócio-política que no nosso mundo tenha experimentado nesta geração. 

Faça-o pessoal 

O chamado a uma contra-revolução a favor da feminilidade bíblica faz eco no seu coração?  Se assim e, seja exemplo de santidade para o mundo.  Ore para que outras dêem também atenção a este chamado contra-revolucionário. 

Aviva os Nossos Corações.  Adaptado de "convertendo-nos em verdadeiras mulheres de Deus", editado por Nancy Leigh DeMoss.  Usado com Autorização.

Info@AvivaNuestrosCorazones.com